Beachcomber Hotels logo

Cookies

The Beachcomber Resorts & Hotels website employs cookies to improve your user experience. We have updated our cookie policy to reflect changes in the law on cookies and tracking technologies used on websites. By clicking “I accept”, you agree to the storing of cookies on your device to enhance site navigation and analyse site usage.

Cookies List

Cookies Settings

Privacy Preference Center

Whenever you use our online services, including our applications, cookies and other tracking technologies can be used in various ways, like making the beachcomber-hotels.com website work, to analyze traffic, or for advertisement purposes. These technologies are either used by us directly, or by our business partners, including third-party service providers and advertisers we work with.

Because we respect your right to privacy, you can choose not to allow some types of cookies. Click on the different category headings to find out more and change our default settings. However, blocking some types of cookies may impact your experience of the site and the services we are able to offer.

Strictly Necessary Cookies:

We try to give our visitors an advanced, user-friendly website that adapt automatically to their needs and wishes. 

View Details
Functional Cookies:

We use functional cookies to remember your preferences and help you use our website efficiently and effectively. 

View Details
Analytics Cookies:

We use these cookies to gain insight into how our visitors use beachcomber-hotels.com.

View Details
Commercial Cookies:

We use third-party cookies to display personalized advertisements on our websites and on other websites. 

View Details
Places of interest

ENCONTRE O SEU HOTEL BEACHCOMBER PARA AS PRÓXIMAS FÉRIAS

Check-in
-
Check-out
-
noites : -

Explore

O Vale de Ferney

Localizado no sudeste da ilha - a cadeia de Bambou - está incrustada na cadeia de Grand Port, uma das três cadeias montanhosas que fazem fronteira com o planalto central, Ferney Valley é um santuário da biodiversidade da ilha Maurícia.

O Ferney Trail ajudou a popularizar o local. Mas as caminhadas e as trilhas também levam os visitantes a descobrir os tesouros do vale. Este é o lar de uma floresta nativa que faz parte dos últimos santuários naturais da Maurícia. Lá vivem lado a lado as árvores de ébano, cafés castanhos, takamakas, as trepadeiras de cacapolas, madeira de esmalte, lenha e as espécies invasoras, como ravenalala, comummente chamado de árvore do viajante, testemunhas silenciosas, mas majestosas da herança floral da ilha. 

A fauna e a flora encontraram em Ferney, o oásis da tranquilidade de que precisam para prosperar. O falcão da Maurícia é a única ave de rapina que sobreviveu na ilha, e desapareceu totalmente da costa leste nos 50 anos a seguir após a divulgação do DDT para combater a malária. Foi considerada a ave mais rara do mundo em 1974. A sua população era, então, composta por apenas quatro indivíduos, entre os quais uma única fêmea poedeira. A espécie foi reintroduzida em 1987 no vale de Ferney e outros locais na serra das montanhas Bambous. A sua população atual é de cerca de 600 indivíduos em estado selvagem, dos quais 200 a 250 indivíduos concentrados na costa leste. O pombo das lagoas, o grande Periquito-de-reunião, a coracina typica, o pinto-do-mato, e o zosterops olivaceus também encontraram lá refúgio.

A Conservation Trust - parceria público-privada entre o governo da Maurícia e o grupo CIEL - existe desde 2006. Ele garante a restauração e a proteção de habitats naturais na reserva.

Graças ao Programa de Microfinanciamentos do Fundo para o Meio Ambiente (PMF/FEM) e à aprovação em 2013 do primeiro projeto estratégico para a Maurícia no valor de 4,5 milhões de reais, o Vale de Ferney torna-se no centro essencial para a conservação e consciência da biodiversidade da ilha Maurícia. Graças a este apoio e a um exercício de propagação, deve eventualmente conter entre 5 000 e 10 000 plantas raras.

Top